A internet: estamos perdidos?

Imagem
Segundo o Ibope Media, somos 94,2 milhões de internautas brasileiros, destes  50,7 milhões são internautas ativos. No mundo o número de usuários de computador  chegou  a 2 bilhões. A cada dia, 500 mil pessoas entram pela primeira vez na Internet.

A internet é um meio de comunicação formidável, nunca na história, a humanidade teve acesso a tanta informação, através dela podemos ler livros, assistir documentários e filmes, baixar e escutar música e etc.  Mas será que estamos usando bem o potencial que ela possui?
Será que não estamos desperdiçando tempo demais com coisas fúteis na internet em vez de usá-la como ferramenta de auxílio ao nosso desenvolvimento pessoal?

Quanto tempo você gasta por dia acessando a internet? E nesse tempo quanto tempo dedica com coisas úteis?

Os governos do mundo todo perceberam que a internet é perigosa contra eles mesmos se bem utilizadas pela população, protestos como a Primavera Árabe foram organizados pelo Twitter, foi a primeira vez na história que se viu o poder real da internet.

O fato é que estamos perdidos diante de tanta informação, por isso preferimos continuar seguindo a boiada, em vez de tentar romper com a lógica do senso comum.

É uma pena saber que a internet aos poucos está se fechando, cada vez mais será difícil compartilhar conteúdo através dela,  o Facebook  do Mark Zuckerberg já não permite compartilhar informação em larga escala como antigamente, o Youtube está cada vez mais agressivo bloqueando vídeos com direitos autorais, sites de compartilhamentos como o MEGAUPLOAD são fechados e seus donos perseguidos judicialmente.

Busquem o conhecimento, aqui sugiro alguns ótimos documentários e filmes que ainda estão disponíveis na internet. Sugiro que  após assisti-los que se possível façam um backup deles.

Segue  o canal no Youtube: http://www.youtube.com/user/rafoboglo

No texto eu enfatizei muito a questão do uso da internet como forma de instrução pessoal, porém vale ressaltar também o tempo que nos dedicamos a ela, que tal começarmos a sermos menos dependentes dela? Que tal dedicar mais tempo com seus amigos, família ou a prática de atividade física?

Tomemos as rédeas de nossas vidas.

Abraços.

Anúncios
Etiquetado , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: