11 dicas para andar de bicicleta com mais segurança nas cidades

Imagem

Apareça
Fique bem visível para os motoristas. Luzes e reflexivos na bicicleta, no capacete e na roupa são itens de extrema importância. Evite usar roupas escuras à noite.

Pesquise e escolha certo
O mercado oferece uma grande variedade de modelos de bikes. Por isso, antes de comprar a sua, escolha uma que atenda às suas necessidades e perfil. O site do projeto Bike Anjo dá algumas dicas na hora dessa escolha.

Manutenção
Esteja com a bike em dia. Mantenha freio, pneus e corrente em boas condições, assim você não corre riscos de ficar “na mão”. Com o tempo, aprenda a se virar sozinho com alguns consertos – isso facilita a sua vida e dá mais independência.

Rota alternativa
Descubra, analise e trace caminhos que fogem de grandes avenidas e ruas muito movimentadas. De carro é difícil perceber, mas os bairros oferecem uma porção de ruazinhas mais calmas, que são rotas perfeitas para os ciclistas – você vai em segurança e chega no mesmo destino. Nada que uma boa pesquisa com mapas não ajude a resolver.

Tempo ao tempo
Não tem preparo físico? Tudo bem, isso vem com o tempo. Comece pedalando em parques com regularidade, aos fins de semana, depois comece com rotas um pouco maiores. Com o tempo, naturalmente, seu corpo se acostumar e você vai conseguir pedalar distâncias maiores sem correr o risco de “pifar” no meio do caminho.

Posicionamento
Evite ficar muito encostado na guia da calçada, marque o seu espaço nas vias. Por lei, os carros devem manter a distância de 1,5 metros das bicicletas. Por isso, não se “esconda”, mas use sempre o bom senso. Não force uma situação contra um carro ou ônibus.

Aparatos
Não deixe de usar capacete. Além de proteger, ele garante mais visibilidade. Luvas são boas pedidas para proteger as mãos, no caso de uma queda e evita que elas fiquem ardendo no contato com o guidom. No frio ou chuva, as fechadas são importante para que seus dedos não enrijeçam (e isso pode atrapalhar na hora de frear, por exemplo).

Sinais
O seu corpo é que vai mostrar suas intenções. Não tenha medo de balançar o braço para sinalizar se você pretende virar uma rua ou não. É sua obrigação mostrar para o motorista o que você quer fazer. E pense como todos os motoristas deveriam pensar: de forma defensiva.

Sentido correto
Ande sempre na mesma mão dos carros, nunca na contrária. Motoristas conseguem ver com mais atenção o que está no mesmo sentido.

Esteja atento
Atenção a todos os movimentos do trânsito é básico. Então, colocar fone de ouvido e “esquecer” dos outros barulhos não é recomendado.

Dialogue
Esteja preparado para ouvir reclamações e exclamações mal educadas de motoristas. Infelizmente, nem todos respeitam a bicicleta como veículo que tem o direito de transitar na cidade. Aja com prudência, claro, e, quando possível, estabeleça diálogos com quem está compartilhando a pista.

Você é ciclista e tem mais dicas? Compartilhe aqui!

(Fontes: PedalinasBike AnjoVá de Bike, PedalaUSP)

Anúncios
Etiquetado , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: