Alckmin diz que são entregues “200.000 centímetros de metrô por ano”

Alckmin-no-Metrô

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) visitou na manhã desta terça-feira (26) as obras da estação Campo Belo, da Linha-5 Lilás, e da Linha 17-Ouro do Monotrilho.

As duas estações que terão o mesmo nome estão localizadas na Avenida Santo Amaro, próximo da Avenida Roberto Marinho, na Zona Sul de São Paulo, e devem receber até 170 mil pessoas por dia.

Alckmin prometeu entregar a estação do Metrô Campo Belo no fim de 2016. Porém, conforme a reportagem da Folha a média de expansão do metrô  é de cerca de 2km por ano. Nesse ritmo todas as obras de expansão não serão entregues dentro do prazo, somente daqui a 120 anos.

Ao ser indagado sobre este fato o governador disse:

“Essa média está errada, não entregamos 2 km de metrô por ano, entregamos 200.000 centímetros por ano”, afirmou.

Por: Kojiro

Anúncios
Etiquetado , , , ,

O Voyeurismo Digital

espiando_pela_fechadura

Por: Diego Horta

O mundo moderno em qual vivemos, criou uma nova vida social e com ela, novos paradigmas, barreiras, horizontes e conceitos. Passamos mais tempo conectados com um mundo digital ou invés do real.

Hoje existe uma enorme exposição de sua intimidade e cotidiano, criamos: seguidores, curtidores e compartilhamentos. Com o mundo moderno criamos então um novo tipo de Voyeurismo o Voyeurismo Digital.

A palavra Voyeur vem da língua francesa que descreve uma pessoa que obtém prazer ao observar atos sexuais ou praticas intimas de outras pessoas. Podemos então interpretar que ‘praticas intimas’ seja esta exposição desenfreada que a pessoa sente ao falar do seu intimo ou particular em redes socais. Assim, criamos o ato de observar esta exposição, tornamos stalkers do que o outro pensou e ou postou, sentimos prazer ao saber da vida do próximo do que na vida própria.

O entendimento da busca do voyeurismo digital é a simples fuga negando a realidade a qual vive, bloqueando problemas reais e criando nova realidade.

Continuar lendo

Etiquetado

A busca pela felicidade em um mundo individualista!?

casal_sorrindo

Por: Diego Horta

Desde que o mundo é mundo, buscamos nossa “felicidade” desde os primórdios, sejam elas: profissionais, pessoais ou sexuais. Hoje deparamos com um mundo onde o “pessimismo” ao negativo impera e nunca se ouviu inúmeros discursos da busca pela felicidade.

A felicidade pode-se ser compreendia como empírica e ou adquirida, quando John Stuart Mill escrevia sobre o Utilitarismo, ele afirma que: “Felicidade, entende-se o prazer e a ausência de dor; por infelicidade, e a dor e a privação de prazer”.

Porém o entendimento de felicidade é individual, o que é bom para um pode-se não ser bom para seu semelhante, e vice-versa.

Ainda usando o pensamento de Mill, a felicidade pode ser interpretada como algo “Intuitivo” e “adquirido”, Mill interpretava que o a felicidade intuitiva seriam os prazeres sexuais e os adquiridos, seriam as faculdades mentais.

Embora a busca pela felicidade possa ser individual, sua intensidade é que determina quanto importante para sua conquista.

Uma pessoa com pouco estudo pode satisfazer-se com pouco e ser mais feliz cujo aquele proveniente de um ‘intelecto maior’? Ainda usando o pensamento utilitarista, Mill afirmava que: “Melhor seria um homem insatisfeito que um porco satisfeito”, “melhor ser Sócrates insatisfeito do que um tolo satisfeito”. Contentar-se com pouco desqualificaria o ser? Ou o ato de conforma-se com sua realidade e não buscar sua felicidade seria um equívoco?

O bem maior que temos é a nossa felicidade, algo que não tocamos porém sentimos. Desde que o homem entende-se por homem vem a sua busca, como já abordado a felicidade pode ser empírica ou adquirida. A forma empírica vem dos costumes: sociais, familiares ou religiosos.

Continuar lendo

Etiquetado , , ,

Quando desistir torna-se um ato de coragem

separação-demissão-merdtv

Aprendemos desde criança que a persistência é uma grande qualidade a ser desenvolvida e praticada. Quem não se lembra daquele jargão “sou brasileiro e não desisto nunca”?!?

Normalmente o ato de desistir é visto por muitos como uma fraqueza. Mas entendo que em algumas situações pode ser visto sim, como um ato de coragem.

Por exemplo, imagine um casal que tenta por inúmeras vezes reatar um relacionamento conturbado, no começo dá certo, mas em seguida eles acabam terminando, e, assim permanecem nesse ciclo vicioso. Nesse caso é preciso ter coragem para admitir que o relacionamento não está mais dando certo e terminar de fato.
Outro exemplo, é do funcionário que está há anos numa empresa esperando o seu tão sonhado aumento ou promoção, ele se esforça, mas não tem jeito não há espaço para ele, será que não é o momento de se planejar para sair dessa situação e mudar de emprego?

Ás vezes persistimos não por sermos corajosos e destemidos, mas sim, para mascarar/esconder o nosso medo de mudança, aí sim, persistir nesses casos pode ser visto como um ato de covardia e não de coragem.

Por: Kojiro

Etiquetado , , , , , , , , , , , ,

Merd Connection – Redução da Maioridade Penal – Parte 1

Nesse vídeo discutimos sobre a PEC 171/93 que trata sobre a redução da maioridade penal, e vocês são contra ou a favor da redução da maioridade penal?

Etiquetado

Quanto mais presos, maior o lucro

Esse vídeo fala sobre como a iniciativa privada pretende transformar seres humanos em produtos descartáveis, através da privatização dos presídios. Regra nº1 – NADA! substitui o lucro.

Etiquetado , ,

Exemplo do jornalismo desonesto da GLOBO

Aqui, segue apenas um dos inúmeros exemplos de desonestidade intelectual que a Globo promove.

Caro leitor, faça a leitura do título abaixo e me diga, a percepção inicial do título é positiva ou negativa?

prova inicial
Logicamente que você teve uma percepção negativa, certo? Era esse o propósito do(a) jornalista que escreveu essa manchete, ele quis criar um choque no leitor que por muitas vezes não se daria conta de ler a explicação logo abaixo do título. Note que a matéria foi criada no dia 25/02/2015 às 13h09.

APÓS alguns leitores perceberem a manipulação do jornalista, o título da matéria FOI ALTERADO, clique na imagem abaixo para ampliar:

prova final

Segue o link da matéria: http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/02/vendas-nos-supermercados-caem-2048-em-janeiro-diz-abras.html

Precisa dizer mais alguma coisa para provar que a Globo quer CRIAR um clima de CAOS no Brasil?

Por: Kojiro

Etiquetado ,

A lógica da mídia corporativa

Esse vídeo mostra a lógica da mídia corporativa.

Imagens valem mais do que palavras. Sobre a dívida pública brasileira.

Etiquetado , ,

WILSON SIMONAL NINGUÉM SABE O DURO QUE DEI

Wilson Simonal de Castro (Rio de Janeiro, 23 de fevereiro de 1938 — São Paulo, 25 de junho de 2000) foi um cantor brasileiro de muito sucesso nas décadas de 1960 e 1970, chegando a comandar um programa na TV Tupi, Spotlight, e dois programas na TV Record, Show em Si…Monal e Vamos S’imbora, e a assinar o que foi considerado na época o maior contrato de publicidade de um artista brasileiro.

Cantor detentor de esmerada técnica e qualidade vocal, Simonal viu sua carreira entrar em declínio após o episódio no qual teve seu nome associado ao DOPS, envolvendo a tortura de seu contador Raphael Viviani. O cantor acabaria sendo processado e condenado por extorsão mediante sequestro, sendo que, no curso deste processo, redigiu um documento dizendo-se delator, o que acabou levando-o ao ostracismo e a condição de pária da música popular brasileira.

 

 

Etiquetado , ,

Filme: O Show de Truman

show-truman

Truman Burbank (Jim Carrey) é um pacato vendedor de seguros que leva um vida simples com sua esposa Meryl Burbank (Laura Linney). Porém algumas coisas ao seu redor fazem com que ele passe a estranhar sua cidade, seus supostos amigos e até sua mulher. Após conhecer a misteriosa Lauren (Natascha McElhone), ele fica intrigado e acaba descobrindo que toda sua vida foi monitorada por câmeras e transmitida em rede nacional.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR ONLINE

Etiquetado , , , ,
%d blogueiros gostam disto: