Arquivo da tag: liberdade

A liberdade e o trapezista

Imagem

Necessidades se medem pelo imperativo da ausência.
Comida, amor, água, admiração, carinho, sexo, sol, respeito, atenção … e, sobretudo, liberdade … o tempo, multiplicador da carência, determina o preço que estamos dispostos a pagar.
O tempo da falta … e o tempo que nos falta, ambos na razão direta do sentido de urgência.
A vida que nos dá é a vida que nos toma. E no duplo sentido de “tomados”, perdemos a liberdade.

Continuar lendo

Anúncios
Etiquetado , , , , ,

Um dia de liberdade

Imagem

Apesar de ser revoltado com algumas coisas do dia-a-dia, rs, costumo ser sempre “certinho” e no meu trabalho não é diferente. Já expressei aqui o meu descontentamento com ele algumas vezes, mas ficarei nele até juntar uma grana suficiente para ficar tranquilo por um tempo e ter condições de ou terminar a minha faculdade ou para ser dono do meu próprio negócio.

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , ,

Terrorista é a sua avó!

Imagem

Urgente! Urgente! Urgente!

Está para acontecer o que alertamos a muito tempo, o cerceamento das liberdades individuais por meio de leis antiterroristas! Assim como já ocorre em diversos países do mundo, principalmente nos EUA. A comissão mista do Congresso criada para consolidar a legislação federal deve votar hoje 27/06 um anteprojeto de lei que tipifica o crime de terrorismo no País.

Quem assistiu os telejornais das mídias de massa, principalmente da REDE GLOBO sabe muito bem que deram sempre muita ênfase aos atos mais violentos, assim jogando os manifestantes uns contra os outros. A mídia muitas vezes encobriu os reais motivos daqueles protestos.

Lembremos da regra básica, criar um problema para vender uma solução, infelizmente o povo ainda não acordou e os que “acordaram” a maioria ainda caem no discurso barato da mídia, de que sempre são os “vândalos”(manifestantes) que saqueiam lojas e queimam carros. O confronto com a polícia muitas vezes ocorre pela própria polícia quer por despreparo ou por intenção de deslegitimar uma manifestação.

O fato, é que praticamente tudo poderá ser enquadrado como terrorismo, sim, pois causar terror nas pessoas é uma questão subjetiva. A polícia pode muito dizer que bloquear uma avenida pode ser considerada um ato de terrorismo, fazer barricada com pneus também, e por ai vai.

Igualaram crimes de vandalismo com atos terroristas, agora, quem por exemplo queimar uma lixeira pública poderá ficar de 15 à 30 anos de prisão, isso mesmo.

Agora, sabe quantos anos de prisão cumprirá um político que for pego por corrupção ativa? De 4 à 12 anos!!! Isso mesmo, quanto custa uma lixeira? E quanto um político corrupto pode desviar de verba?

Essa lei, visa nos calar! E através do medo querem nos intimidar. Quem se lembra do ato “contra o aumento das tarifas” que ocorreu em São Paulo (dia 13/06) que diversos manifestantes foram presos de forma arbitrária por “formação de quadrilha”. Ocorrerá mais ou menos da mesma forma.

Ainda há tempo de impedirmos que essa lei entre em vigor, no momento precisamos informar o máximo de pessoas possível e logo em seguida nos organizarmos.

Avante guerreiros!

Por: Kojiro

Fontes: http://artigo19.org/?p=2998

http://exame.abril.com.br/brasil/politica/noticias/comissao-deve-votar-lei-antiterrorismo-dia-27-de-junho

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/06/senado-aprova-projeto-que-trata-corrupcao-como-crime-hediondo.html

 

Etiquetado , , , ,

Os Escafandristas – Cifrões, Padrões e Exceções [documentário]

Documentário universitário que discute os padrões da sociedade a partir da visão de artistas independentes.

São depoimentos de profissionais das mais variadas áreas de atuação dentro da arte que, de alguma forma, usam seus trabalhos para denunciar a falsa grandeza das verdades absolutas e do medo de se fazer escolhas diferentes na vida.

Num mundo onde a liberdade é caçada por cifrões e padrões, os personagens surgem como a exceção que procura enxergar um mundo novo com possibilidades ofuscadas pela superfície do comum.

Todas as imagens do filme foram produzidas com uma câmera amadora. Algumas delas foram extraídas de um arquivo pessoal que surgiu a partir de viagens, trabalhos de faculdade e situações cotidianas que antecedem a própria ideia do filme.

Entrevistas(de artistas):
Eduardo Marinho – Pintor, “arteiro e escrevinhador”(por definição própria)
Helio Bentes – Músico, vocalista do Ponto de Equilíbrio
Robson da Lua – Escultor de areia
Caio Correa – Músico, baixista do Scracho
Maria Paula de Oliveira – atriz
Rao Caiua – Artesão e Músico
_
Direção, Montagem e Edição: Victor Belart

Produção: Eduardo Viana, Rafael Martins Augusto e Victor Belart

Colaboração: Camila Montano, Igor Passos e Thaísa Pessoa

escafandrofilmes@gmail.com / victorbelart@hotmail.com

Etiquetado , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: